Mordida 15 + Catarse + Música da Semana

16

Enfim estamos na reta final do Catarse e minha vida vai voltar a ter um ritmo normal! ahhaha

Enquanto ainda não, pois faltam 4 dias (você já apoiou: www.catarse.me/marerosso), eu continuo nessa vida corrida!
Espero que gostem da página de hoje ❤

A música da Semana é pra dá uma relaxada, com essa musa maravilhosa:

Florence and the Machine – Cosmic Love

Anúncios

Mordida 14 + Catarse + Música da Semana

15

Mais uma semana, e estamos na reta final do Catarse! Gente, que troço tenso… ahaha o lindo é que falta bem pouco, bem pouco mesmo, pra Mare Rosso ser lançado totalmente colorido, já conferiu o projeto? Não? Então vai lá: Mare Rosso no Catarse

E pelo jeito a Ana não está com muita sorte, em? É… karma :p

Música da Semana:

Vamos entrar no clima dos vampiros nessa sexta =)

Blutengel- Reich mir die Hand

 

Sobre a banda:

Blutengel (em alemão: Anjo de Sangue) é um grupo alemão com gênero voltado ao Futurepop e de estilo gótico. A banda é formada por seu fundador, Chris Pohl (também integrante e criador do Terminal Choice, Tumor, Pain of Progress e Seelenkrank), todos seus projetos musicais. As letras são escritas em duas línguas, inglês e alemão, juntando vocais masculino e feminino.

Após enfrentar problemas legais no Seelenkrank, o conjunto voltou com novos integrantes e um nome redefinido: Blutengel. No começo as letras eram escritas em alemão, passadas mais tarde ao inglês. Usando os conhecimentos de D.J. do próprio Chris, mesclaram vozes femininas masculinas a um som eletrônico. As letras geralmente tratam de amor, tragédia, esperança e de todos os desejos do ser humano.[1]

No começo as vocalistas eram Kati Roloff e Nina Bendigkeit. Kati e Nina em dueto no Blutengel no álbum Child of Glass em 1999. Mesmo tendo o álbum como grande sucesso, demoraram dois anos para conseguir gravar outro disco, o Seelenschmerz.

No ano de 2000, Nina saiu da banda e Gini Martin foi encontrada para substitui-la, completando o dueto. “Children of the Night”, “Der Spiegel”, “Soul of Ice”‘ entre outras do CD “Seelenschmerz” obtiveram grande êxito, chegando ao mais alto Top da Alemanha.

 

Para saber + e Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Blutengel

 

 

Mordida 13 + Catarse + Música da Semana

Pois é, semana passada vim aqui agradecer pela meta atingida, hoje, estou aqui agradecendo que a 1ª meta estendida foi hoje alcançada =D

Muito obrigada pela confiança! Agora é correr pra tentar a segunda meta e lançar Mare Rosso Colorido ❤

Para apoiar: http://www.catarse.me/marerosso

Cody_Red_anuncio.jpg

Agora, vamos pra página de Sexta! E chegamos ao Segundo cap.! =D

13

14

Hihi, e agora em? A Ana não me parece tão inocente agora armada o.o

Música da Semana

Para acompanhar a cena, que tal um Bang, Bang! =P

Rammstein – Feuer Frei!

Letra: https://www.vagalume.com.br/rammstein/feuer-frei-traducao.html

Preciso mesmo falar sobre essa coisa linda que é Rammstein ❤ ? Ok, ok… vamos lá:

Rammstein é uma banda alemã formada em Berlim, em Janeiro de 1994. As músicas são em sua maioria em alemão, mas também algumas em outros idiomas como inglês, espanhol, francês e russo e podem ser classificadas sob os estilos rock, Industrial metal, NDH e Heavy Metal. O grupo é formado por Till Lindemann (Vocal), Richard Z. Kruspe (Guitarra e Backing vocals), Paul H. Landers (Guitarra e Backing vocals), Oliver “Ollie” Riedel (Baixo), Christoph “Doom” Schneider (Bateria e Percussão eletrônica) e Christian “Flake” Lorenz (Teclados). Em 2009, eles já haviam vendido cerca de 20 milhões de álbuns no mundo todo.

As performances ao vivo do Rammstein são conhecidas por serem teatrais e pirotécnicas, ganhando premiações na categoria em diversos países. Atualmente todo catálogo do Rammstein é publicado pela Universal Music Group.A maioria de seus membros são oriundos da Alemanha Oriental, especificamente Berlim Oriental e Schwerin, e desde sua formação o grupo não passou por nenhuma alteração dos seus integrantes originais.

Fonte e para saber mais: https://pt.wikipedia.org/wiki/Rammstein

 

 

Mordida 12 + Catarse + Música da Semana

Hey!
Gente, sexta passada não teve postagem porque a Chairim aqui tava piradinha com o catarse e esqueceu mesmo, me desculpem =(

Mas assim, a novidade boaaaa é que CONSEGUIMOS!

caravaggio_obrigada

Nesse exato momento estamos com 111% da Meta, buscando agora nos 25 dias restante a meta estendida para lançar colorido!!!
E aí? Quer apoiar? Conheça o projeto: https://www.catarse.me/pt/marerosso

Teve gente me perguntando se terá diferença do que é postado aqui. Claro! Além de histórias inéditas, muitas páginas que foram aqui postadas foram refeitas.

Como por exemplo a página da última postagem, vejam:

11 >> 11_b

 

Legal, né?

Bem, chega de enrolação, vamos pra página do dia, saber o que dona Ana tá aprontando!

12.jpg

Hu hu hu, só eu acho que vai dá encrenca?

Bom, antes de dá tchau, a música da semana, pra comemorar o catarse =D

Algo bem vampy =P

Royal Blood – Little Monster

Tradução da Letra:
Pequeno Monstro

Ei, pequeno monstro, eu estou de olho em você
Para onde você vai, para onde você está correndo?
Ei, pequeno monstro, você sabe que está tudo ok
Eu vou te amar, não importa o que você diga

Eu tenho amor em meus dedos
Luxúria na minha língua
Você diz que não tem nada
Então venha para fora e consiga algum
Mágoa a mágoa
Eu sou o seu lobo eu sou seu homem
Eu digo, “Corra, pequeno monstro”
Antes que você saiba quem eu sou

Ei, pequena criatura
Me diga o que está na sua mente
Onde você esteve se escondendo?
E eu posso vir desta vez?
Tanto prazer em agradar-te
E rasgar aquele coração fora de sua manga,
O que descobrimos

Eu tenho amor em meus dedos
Luxúria na minha língua
Você diz que não tem nada,
Então venha para fora e consiga algum
Mágoa a mágoa,
Eu sou o seu lobo eu sou seu homem
Eu digo ‘corra pequeno monstro’,
Antes que você saiba quem eu sou

Eu tenho amor em meus dedos
Luxúria na minha língua
Você diz que não tem nada
Então venha para fora e consiga algum
Mágoa a mágoa
Eu sou o seu lobo eu sou seu homem
Eu digo, “Corra, pequeno monstro”
Antes que você saiba quem eu sou

Sobre Royal Blood:

Royal Blood é um duo de rock britânico formada em Brighton em 2013. O som da banda é uma reminiscência de garage rock e blues rock.

A banda, composta pelo baixista/vocalista Mike Kerr e o baterista Ben Thatcher, foi formada em Worthing, em 2013, e fez seu primeiro show apenas dois dias após o retorno de Kerr para a Inglaterra a partir de seu “trabalho de férias” na Austrália. Durante o verão de 2013, o baterista Matt Helders dos Arctic Monkeys foi visto vestindo uma camisa de apoio à banda (antes do lançamento de seu primeiro single) durante o seu concerto “Glastonbury Festival”, em julho. Em 11 de novembro de 2013, a dupla lançou seu single de estréia, “Out of the Black”, que veio com um B-side chamado “Come On Over”.

Em novembro de 2013, foi anunciado que o Royal Blood estaria abrindo o show dos Arctic Monkeys para dois shows no Finsbury Park, em maio de 2014. Em dezembro de 2013, o Royal Blood foi nomeado para o “BBC Sound of 2014”.

Fonte e para saber mais: https://pt.wikipedia.org/wiki/Royal_Blood_(banda)

 

 

Mordida 11 + Catarse + Música da Semana!

11Enfim, Mare Rosso está no Catarse!!!
www.catarse.me/marerosso

04

Dá uma conferida, um apoio, uma compartilhada.
Se você curte meu trabalho, ou gosta de RPG, ou ainda se é um fã de histórias de Terror e de Vampiro, não deixa de conferir e apoiar!

Esse projeto é realizado pela Chairim, mas conta com Convidados lindos, entre eles:

Ana Carolina Recalde, Michel Ramalho, Sueli Mendes, Mariana Petróvana, Jéssica Lang, Nicolas Cares, Leonardo Maciel, Gabriela Dreher, e Ursula Dorada,

Todos que ajudarem ganham um pedacinho do da Chairim

 

Música da semana!

Tom Odell – Another Love

Tradução: https://www.letras.mus.br/tom-odell/another-love/traducao.html

 

Esse “bostinha” de cantor tem cada dia chamado mais a minha atenção, droga =_=
ahahahah

Quem é ele?

Thomas Peter Odell (24 de novembro de 1990, Chichester, West Sussex, Reino Unido) é um cantor e compositor inglês. Lançou seu primeiro EP (extended play), Songs From Another Love, em 15 de outubro de 2012. Em 2013, foi vencedor do premio BRITs Critics’ Choice Award e mais tarde no mesmo ano, em 24 de junho, lançou seu álbum de estreia intitulado Long Way Down. O seu novo álbum chama-se Wrong Crowd e será lançado dia 10 de Junho de 2016.

Tom Odell cresceu ouvindo Elton John. Um dos primeiros álbuns que ouviu foi Goodbye Yellow Brick Road (1973). Ele também cita David Bowie, Jeff Buckley, Bob Dylan, Arthur Russell, Leonard Cohen, Leon Russell, Billy Joel, Randy Newman, Tom Waits, Rodríguez e Bruce Springsteen como influências. É fã de Arcade Fire, James Blake, Cat Power, Blur, Beach House, Radiohead e Ben Folds.

Odell disse em entrevista que suas músicas são inspiradas em sua “capacidade de sustentar uma relação com alguém por nada mais que seis meses.” Ele diz, “Acho que escrevo músicas melhores quando estou sendo honesto, e escrevendo sobre coisas que acontecem comigo. Isso pode ficar um pouco estranho quando amigos ou namoradas descobrem que alguma música é sobre eles. Mas é maravilhoso o que você pode liberar com isso. Licença artística, eu acho que chamam assim.”

Para saber mais e fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Tom_Odell

Mordida 10 + Catarse + Música da Semana!

10Hoje, além da página 10 eu apresentando a vocês o projeto Mare Rosso no Catarse! ❤

1_quinta

Enfim, Mare Rosso está no Catarse!!!
www.catarse.me/marerosso

Dá uma conferida, um apoio, uma compartilhada.
Se você curte meu trabalho, ou gosta de RPG, ou ainda se é um fã de histórias de Terror e de Vampiro, não deixa de conferir e apoiar!

Esse projeto é realizado pela Chairim, mas conta com Convidados lindos, entre eles:

Andreia Carbonari, Ana Carolina Recalde, Michel Ramalho, Sueli Mendes, Cecília Reis, Mariana Petróvana, Jéssica Lang, Nicolas Cares, Leonardo Maciel, Gabriela Dreher, e Ursula Dorada,

Todos que ajudarem ganham um pedacinho do da Chairim

 

Músuca da semana!

Arctic Monkeys – One For The Road

Tradução: https://www.letras.mus.br/arctic-monkeys/one-for-the-road/traducao.html

Sobre Arctic Monkeys

Arctic Monkeys é uma banda britânica de indie rock formada em 2002 nos subúrbios da cidade de Sheffield, na Inglaterra.

A banda é geralmente considerada parte da cena indie rock[1] assim como as bandas contemporâneas The Libertines, The Futureheads e Franz Ferdinand. Atingiram o sucesso através de fitas demo e compartilhamento de arquivos.[2] Os Arctic Monkeys alcançaram o sucesso com seu segundo single, “I Bet You Look Good on the Dancefloor“, que alcançou o número um no UK Singles Chart.[3] Seu álbum de estréia Whatever People Say I Am, That’s What I’m Not, lançado em janeiro de 2006, tornou-se o álbum de estreia vendido mais rápido na história da música britânica, ultrapassando Definitely Maybe do Oasis e continua a ser o álbum de estréia mais rapidamente vendido de uma banda no Reino Unido.[4] e tendo recebido elogios da crítica, vencendo o Mercury Prize 2006 [5], o Brit Award for Best British Album em 2007 e eleito pela NME o 5º melhor álbum da música britânica. Ele também foi indicado para o Grammy de Melhor Álbum de Música Alternativa. O segundo álbum da banda, Favourite Worst Nightmare, foi lançado em 23 de abril de 2007, vendeu mais de 225.000 cópias em sua primeira semana, e foi nomeado para o Mercury Prize 2007. O grupo também recebeu o prêmio de Melhor Álbum Britânico e Melhor Grupo Britânico, no Brit Awards 2008. Seu terceiro álbum, Humbug, foi lançado em 24 de agosto de 2009. Suck It and See é o quarto álbum da banda e foi lançado no dia 6 de junho de 2011. Em 24 de junho de 2013, o Arctic Monkeys anunciou o lançamento de seu quinto álbum de estúdio, AM, para 9 de setembro de 2013.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Arctic_Monkeys

Mordida 09 + Música da Semana

09.jpg

Heyyyy! Como estão? Espero que bem ❤
Mais uma página para vocês enquanto novas páginas estão a todo vapor ❤
Espero que estejam gostando, não deixem de comentar, por favor!

Beijos e até a próxima sexta!

Ah, a música da semana:

Sia- Chandelier 

Eu sou fã dessa mulher, Sia escreve letras maravilhosas e esses clipes feitos com a dançarina Maddie Ziegler são de se apaixonar. Apreciem sem moderação ❤

Sobre Sia:

Nascida na cidade de Adelaide, deu início a sua carreira como vocalista na banda de acid jazz Crisp durante a metade da década de 1990. Em 1997, quando a formação se dissolveu, ela lançou seu álbum de estreia, intitulado OnlySee, pela Flavoured Records, na Austrália. Após este fato, ela se mudou para Londres e forneceu vocais para a dupla Zero 7.

Sia lançou mais quatro álbuns de estúdio: Healing Is Difficult (2001), Colour The Small One (2005), Some People Have Real Problems (2008) e We Are Born (2010) Ela também lançou vários EP.

Christina Aguilera tem Sia como uma de suas artistas preferidas e melhores amigas…

Mais em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Sia_(musicista)

 

Mordida 08 + Música da semana

08

Hoje conhecemos um pouquinho mais da Ana e dos seus reais motivos em Mare Rosso. Santinha a menina também não é, né? Hummm…

 

Gentemmm! Post curtinho hoje porque tou aqui, planejando e tramando várias surpresinhas boas pra vocês!
A música da semana nem tem a ver com a cena e a história de hoje, mas tá sendo trilha de uma outra historia que logo logo aparece por aqui 😉

A Única

Me diga
Me diga que você me quer
E eu vou ser seu completamente
Seja melhor ou pior

Eu sei
Nós vamos discordar
Brigaremos por nenhuma razão
Eu não mudaria isso por nada no mundo

Porque eu sei
No primeiro dia que eu te conheci
Que eu nunca ia te deixar
Te deixar escapar

E eu
Ainda me lembro de me sentir nervoso
Tentando encontrar as palavras para
Te trazer aqui hoje

Você faz meu coração parecer que é verão
Quando a chuva está caindo
Você faz o meu mundo inteiro parecer certo quando ele está errado
É por isso que eu sei que você é a única
É assim que eu sei que você é a única

É fácil ter medo da vida
Com você eu estou preparado para
O que der e vier
Porque nossos corações vão deixar isso mais fácil
Juntando os cacos
Juntos se tornando um só

Você faz meu coração parecer que é verão
Quando a chuva está caindo
Você faz o meu mundo inteiro parecer certo quando ele está errado
É por isso que eu sei que você é a única
É assim que eu sei que você é a única

Quando estamos juntos
Você me faz sentir como se minha mente estivesse livre e meus sonhos fossem alcançáveis
Oh, oh, oh
Você sabe que eu nunca acreditei no amor
Eu acreditava que um dia você seria minha
Oh, oh, oh

Me liberte

Você faz meu coração parecer que é verão
Quando a chuva está caindo
Você faz o meu mundo inteiro parecer certo quando ele está errado
É por isso que eu sei que você é a única
É assim que eu sei que você é a única

Sobre a banda:

Kodaline

Kodaline é uma banda indie irlandesa, originalmente conhecida como 21 Demands, mudando seu nome para Kodaline, em 2011.

2005 – 2011: 21 Demands

Como 21 Demands, a banda chamou atenção pela primeira vez em Novembro de 2006, quando participou  de um reality show irlandês chamado “You’re a Star” – reality musical, similar ao “The X Factor” e ao “American Idol” – no ano de 2007, sendo derrotados por David O’Connor na final do programa. Em 3 de março de 2007, 21 Demands lançou seu primeiro single “Give Me a Minute”, alcançando a posição número um das paradas irlandesas, se tornando o primeiro single lançado de forma independente a conseguir tal feito no país.

2012 – 2015: In a Perfect World e Coming up in Air

O quarteto lançou seu primeiro extented play (EP) – The Kodaline EP,  em 07 de Setembro de 2012. [4] “All I Want” foi selecionado como single do EP, tendo destaque na 9ª temporada da série Grey’s Anatomy, no episódio Remember the Time”, [5], como música de fundo para a Google’s 2012: Year in Review e escolhida para a trilha sonora do filme “The Fault In Ours Stars” em 2 de Junho de 2014. Em 9 de Dezembro de 2012, a BBC anunciou que Kodaline tinha sido nomeado para a enquete Sound of 2013[6] Em 17 de junho de 2013, Kodaline lançou seu primeiro álbum de estúdio, In a Perfect World. Com singles de sucesso foi bem recebido pela critica especializada, ganhando espaço no cenário do folk rock no Reino Unido.

No inicio de 2015, lançaram seu segundo álbum de estúdio, Coming up in Air pela gravadora RCA Records.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Kodaline

 

Beijos amores, até sexta que vem ❤

 

 

Mordida 07 + música da semana + Novidade

07

Ana vai ter que se virar para recuperar o que foi perdido. Ou melhor, conseguir novos documentos, ainda mais valiosos para satisfazer aqueles para quem ela trabalha! Pelo visto não vai ser nada fácil, Ana!

Gentemmm, essa semana a dica de música é:

Sia – Alive
(clipe legendado abaixo)

Um pouco sobre a cantora Sia:

Nascida na cidade de Adelaide, deu início a sua carreira como vocalista na banda de acid jazz Crisp durante a metade da década de 1990. Em 1997, quando a formação se dissolveu, ela lançou seu álbum de estreia, intitulado OnlySee, pela Flavoured Records, na Austrália. Após este fato, ela se mudou para Londres e forneceu vocais para a dupla Zero 7.

Sia lançou mais quatro álbuns de estúdio: Healing Is Difficult (2001), Colour The Small One (2005), Some People Have Real Problems (2008) e We Are Born (2010) Ela também lançou vários EP.

Christina Aguilera tem Sia como uma de suas artistas preferidas e melhores amigas. Sia foi escolhida pessoalmente por Christina para trabalhar com ela em seu álbum Bionic. Sia escreveu as canções “All I Need”, “I Am”, “Stronger Than Ever” e a emocionante “You Lost Me”. Em 2011, Sia foi convidada por Christina para ajudá-la no reality show The Voice, em que é treinadora vocal. A função de Sia era a de técnica assistente. Sia também escreveu a canção “My Love”, que teve participação na trilha sonora do filme A Saga Crepúsculo: Eclipse.

Em dezembro de 2011 o hit “Titanium“, de David Guetta, foi lançado tendo Sia por intérprete. Em 2012, ela colaborou com o rapper Flo Rida em seu single “Wild Ones[1]. Ainda em 2012, compôs o grande hit “Diamonds” para Rihanna.

Fonte e para saber Mais aqui:  https://pt.wikipedia.org/wiki/Sia_(musicista)

 

Lindos, antes de encerrar desejando um ótimo fim de semana e que cuidem bem de seus pescoços, olha a novidade que logo falarei mais sobre:

00

Aguardem mais novidades em breve ❤

 

 

Mordida 06

06

Pois é Ana, quem mais se acha esperta normalmente banca o papel de bobo.  Mas não se ache a única, isso é.. Tipo a vida, sabe?

Agora é correr atrás do prejuízo e remediar a confusão!
Go! Go! Go!

Obrigada mais uma vez a todos que andam acompanhando 🙂
Do fundo do <3, gratidão!

E como teve gente curtindo a vibe de por música assim como eu fazia em Purple Apple, a dica de hoje para dar clima a cena é:

Porque pra mim, a Ana não passou de “uma bonequinha de moeda” na mão do vampiro Caravaggio, he he he

Tradução da letra: https://www.letras.mus.br/dresden-dolls/1294044/traducao.html

E sobre a banda (que eu amo <3)

The Dresden Dolls é uma banda estadunidense formada em Boston em meados dos anos 2000 por Amanda Palmer (vocal e piano) e Brian Viglione (bateria, guitarra e vocal). Descrevem seu estilo como cabaré punkbrechtiano, e expuseram o movimento artístico Cabaré Dark, que começou a ganhar forma na década de 1990 com artistas como Salon Betty e Gavin Friday.

A banda foi formada logo após Brian Viglione testemunhar uma apresentação de Amanda Palmer em uma festa de Halloween. Suas apresentações dramáticas, no qual os membros maquilavam-se e vestiam vestimentas de cabaré, logo ganhou fãs.

A banda apresentou-se em 2002 no Prêmio IgNobel em Cambridge, Massachusetts. Após uma demo produzida pelos próprios integrantes, seu primeiro lançamento oficial foi um álbum contendo em sua maioria compilações de apresentações, A is for Accident. Foi seguido pelo álbum homônimo produzido por Martin Bisi (que já havia trabalhado com o Sonic Youth).

Em março de 2005 a banda participou da turnê do Nine Inch Nails, e em junho apresentaram um concerto gratuito no Paradise Rock Club, em Boston. Devido a uma queda de luz inesperada que adiou sua apresentação, as ruas da cidade tornaram-se temporariamente palco de alguns artistas de rua. O evento inteiro foi filmado, resultando no DVD Paradise, lançado em 22 de novembro.[1]

Em 18 de abril de 2006 foi lançado Yes, Virginia, e ao longo do ano a banda apresentou-se em festivais como o Lollapalooza. Realizaram turnê com o Panic! at the disco de 27 de junho à 2 de agosto.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/The_Dresden_Dolls

Até a próxima sexta =D