Purple Apple (Completo)

 

 

Purple Apple: Mordida 27 (Fim) + Música da Semana + Novidades

04

E Fim.

Curtinho né? Mas essa é só a primeira parte da busca das meninas por Villon, o Senhor de Mona. Em breve, mais uma parte dessa história será contado. Aguardem novidade.

Agora, como Novidade e para deixar vocês com gostinho de quero mais, a história que começa na próxima semana, é “Juno, o Monstro que vive em você.”, escrita por mim, Chairim, e desenhada pela maravilinda Jéssica Lang.

E aqui, a capa da próxima história:

pg_00

E aí? Curiosos? Espero que gostem ^___^

Outra novidade linda, é que agora Mare Rosso tem domínio próprio: www.marerosso.blog
E que ele ganhou um irmãozinho, o spin-off “Crisálida“! Visitem!

Agora, para fechar essa semana, bora pra música?

Já ouviram Aurora? Não! Poxa, é muito bom, tó aí pra você conhecer:

AURORA – Warrior (Legendado)

Aurora Aksnes (15 de junho de 1996), conhecida profissionalmente apenas como Aurora (estilizado como AURORA) é uma cantora/compositora nascida em StavangerNoruega.[4] Seu EP de estreia “Running With The Wolves” foi lançado pela gravadora Decca Records em maio de 2015,[5] recebendo grande aprovação de blogueiros de música e da imprensa. Mais recentemente gravou um cover de “Half The World Away”, da banda Oasis, para uma propaganda Natalina de John Lewis e um cover da música “Nature Boy” de Nat King Cole.[6] Ganhou algum maior reconhecimento a partir de uma publicação de Katy Perry ao dizer que havia gostado da música “Runaway”.[7]

Para saber mais e fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Aurora_Aksnes

Purple Apple: Mordida 26+ Música da Semana!

03

Anna! Para quem acompanhava as histórias de Purple Apple, essa morena aí é literalmente de arrebentar ^_^

Espero que gostem da página.

 

Como estou com uma enxaqueca dos infernos hoje, bora imitar o som que está dentro da minha cabeça (TOC, TOC ) com a música:

 

Oomph! – Labyrinth

Oomph! é uma banda alemã de metal industrial formada em 1989, que nunca teve troca de membros.

É uma banda de apenas três integrantes: Dero (vocal e bateria), Flux (guitarra e sampling) e Crap (guitarra e teclados). Eles se encontraram no ano de 1989 em Wolfsburg, cidade sem tradição musical, mais conhecida pela matriz da Volkswagen.

A música do trio não se presta facilmente a rótulos. É uma mistura de gótico, metal, hard-rock e outros gêneros mais ou menos “sombrios”, que caracterizam toda uma vertente do rock industrial.

Fonte e para saber mais: https://pt.wikipedia.org/wiki/Oomph!

 

Purple Apple: Mordida 25+ Última Música do Ano + Calendário 2017!

02

Última postagem de 2016!
O que dizer desse ano que todos querem que acabe logo? rsrsrs

Eu preciso agradecer a todos que aqui acompanham, que apoiaram meu Catarse, que gostam do meu trabalho. Comentam aqui, no face, curtem, compartilham. Esse ano, turbulento, só foi gratificante graças a vocês.

 

Gratidão!

Como agradecimento, singelo, mas de coração, além de encerrarmos o ano com a página vendo a Moninha (<3), abaixo, além da música incrível da amada Florence the Machine, tenho para vocês, leitores, um presentinho, que irei reforçar a cada mês com uma imagem nova: Calendário 2017, tipo gostosões e gostosonas de borracharia mesmo, para nosso deleite xD

Espero que gostem e que os Vampirinhos de Mare Rosso possam ser boas cia. nesse novo ano! Aqui, para baixar as imagens do calendário em alta resolução aqui!

543_vampiros_mare_rosso

544_vampiras_mare_rosso

Janeiro

janeiro

Música para Encerrar o ano, os dias de cães acabaram lol

Florence + The Machine – Dog Days Are Over

Feliz 2017! ❤

Purple Apple: Mordida 24+ Música da Semana!

31

01

Olá, seja bem-vindo a mais uma história que acontece na cidade de Mare Rosso!

Mona (Monique Gauthier) e Anna (Anna Ahmed) são velhas conhecidas. Vampiras e Cantoras que por anos eu lancei uma webcomic delas aqui.

Hoje, uma one shot, escrita pela querida Ana Recalde e desenhada por mim, Chairim!

Espero que gostem e apreciem a aventura dessas Francesas em terras Italianas. O que querem por aqui?

 

Música da semana, é algo que particularmente amo demais, e acho que combina muito com a dupla Purple Apple:

Amanda Palmer – The Killing Type

Sou fã da Amanda Palmer. Pelo que ela é, representa e pela música que faz. Se você ainda não conhece o trabalho dessa mulher, não perca tempo 😉

 

Amanda Palmer nasceu no Mount Sinai Hospital de Nova York, e cresceu em Lexingotn, Massachusetts. Ela frequentou a Lexington High School, onde participou do departamento de teatro. Depois, frequentou a Wesleyan University, onde foi membro de uma das fraternidades mais antigas dos Estados Unidos, a Eclectic Society. Ela encenou performances baseadas no trabalho da banda The Legendary Pink Dots, e esteve envolvida com a lista eletrônica de discussão da Legendary Pink Dots, a Cloud Zero. Nessa época, ela formou o coletivo Shadowbox Collective, dedicado ao teatro de rua e também a montagem de peças (como por exemplo a peça Hotel Blanc, que ela dirigiu, em 2002).

Interessada pelas artes performáticas, tanto musicais quanto cênicas, Palmer passou algum tempo se vestindo de uma estátua viva chamada “The Eight Foot Bride” (algo como “A noiva de dois metros e meio”) no Harvard Square, Cambridge; Edinburg, Scotland; Australia (onde conheceu Jason Webley); assim como em muitos outros lugares. Ela faz referência a essa linha de trabalho na canção “The Perfect Fit”, presente em álbum da The Dresden Dolls.

The Dresden Dolls

Numa festa de Halloween em 2000, Palmer conheceu o baterista Brian Viglione, com quem mais tarde formou a banda The Dresden Dolls. Empenhada em expandir a experiência e a interatividade das artes performáticas, Amanda passou a convidar estudantes da Lexington High School para realizarem peças de teatro em seus shows. A The Dirty Business Brigade, uma trupe de artistas jovens e diversos, participou de várias apresentações. Os personagens convidados se misturavam na platéia antes e durante o show, e alguns grupos veteranos às vezes participavam com coreografias no palco. Marionetes em tamanho natural, “coin-operated boys” estátuas vivas e outras manifestações underground recebiam os fãs, enquanto o circo e o burlesco chamavam a platéia para a música da Dolls, criando uma atmosfera participativa, que levava a platéia a experimentar vários tipos de arte simultaneamente.

Depois de conquistar seguidores, em 2002 a banda gravou o álbum de estréia, o homônimo “The Dresden Dolls”, com produção de Martin Bisi. O álbum foi produzido antes da banda ser contratada pela Roadrunner Records.

Em 2006, o songbook The Dresden Dolls Companion foi publicado – com texto, música e arte de Amanda Palmer. Nessa publicação, ela escreveu a história do álbum The Dresden Dolls e do duo, assim como uma autobiografia parcial. O livro também contém letras, partituras e comentários sobre cada música do disco, tudo escrito por Palmer, assim como um DVD com entrevista de 20 minutos com Amanda, sobre o processo de criação do livro. Em junho de 2007, como integrante da Dresden Dolls, participou da turnê True Colors Tour, que incluiu sua estréia na New York City’s Radio City Music Hall, e também sua primeira crítica no The New York Times.

Em Julho de 2008 saiu o segundo livro da Dresden Dolls, o “Virginia Companion”. É um desenvolvimento do The Dresden Dolls Companion, incluindo músicas e letras dos álbuns “Yes, Virginia…” (2006) e “No, Virginia…” (2008).

Fonte e para mais: Wiki!

Mordida 23 (Fim)+ Purple Apple + Música da Semana!

24

Aewwwww! Enfim chegamos ao fim (oi?) da primeira história vivenciada na Cidade de Mare Rosso. E então? Será que a Ana foi “feliz” ao lado do Caravaggio? Não é dando Spoiler, mas… segue abaixo um wallpaper (presentinhos pra vocês) que mostra como esse cara se cansa facilmente :p

511_caravaggio

Mas… “Horror em terras Italianas”, que na revista Impressa ficou com o título “comem apenas Cinzas, bebem apenas Sangue” acaba aqui, porém, a cidade Mare Rosso é antiga e uma excelente observadora. Notou a chegada de duas estrangeira Parisiense andando por seu solo e ficou de olho nelas…

Mona e Anna, Vampiras roqueiras, integrantes da banda Purple Apple , pelo visto estão em terras Italianas para uma nova aventura, escrita pela querida amiga Ana Recalde, segue aqui a capa de uma história curtinha, que vai começar na próxima sexta pra vocês! ❤

31

E, para encerrar nossa primeira história e dar boas vindas as meninas de Purple Apple, hoje não vai ser “Mùsica da Semana”, e sim “CD Completo pra Semana toda!”

12038849_1057753304236500_4384195904838202797_o

Para ouvir: https://www.youtube.com/watch?v=9xWr5U4hO3k&list=PLBRQ4Q38RbfALBpTxrIldUErT7rHhrDnM

Trilha Sonora Purple Apple Vol.1:
1- Highway To Hell – AC/DC (This is Purple Apple)
2- This Charming Man – The Smiths (Anna sozinha na noite, dentro de seu velho Opala ouvindo música pelas ruas de Londres)
3- Faz Parte do Meu Show – Cazuza ( Mona com seu Senhor e Criador Vampiro)
4- Labyrinth – Oomph! (Corra criança, corra o mais rápido que você puder!)
5- Black – Pearl Jam ( Porque todos possuem seu lado sombrio, até mesmo a Mona)
6- Je Ne Sais Pas – Joyce Jonathan (Mona apaixonada)
7- Ich Will – Rammstein (Purple Aplpe desejando a fama!)
8- I Kill Children – Dead Kennedys (Frenesi!!! Punks NOT Dead!!!)
9- London Calling – The Clash ( Punks NOT Dead 2!!!)
10- Fallen Angel – L’Ame Immortelle (De um Senhor para sua Doce e jovem vampira)
11- Save Our Souls – Blutengel (Você não passa de um monstro chupador de Sangue, baby)
12- Carry On Wayward Son – Kansas (Fim de Temporada! xD)
13- Perfect Strangers – Deep Purple (Música bônus)

Bom fim de semana a todos =*